Minhas unhas e meus esmaltes preferidos atualmente

29/11/2017 > por Vanessa Endringer

Oi genteeee!

Já faz um tempinho que queria falar sobre esse assunto aqui mas só agora que consegui. É sobre unha, ou melhor, sobre as ‘minhas’ unhas… porque, meninas, elas são complicadas, viu!!

Finas, frágeis, aparentemente com pouca cutícula, mas… só aparentemente. Têm o formato ‘fêmea’ (como dizem quando são largas), e são ultra sensíveis (especialmente quando há necessidade de afastar a cutícula de cima delas). Ah, minhas unhas… admito que não é qualquer manicure que sabe fazer do jeitinho que eu gosto (e sem me machucar). Por isso, quando encontro, já era! Grudo messsmoooo (que o diga Hosanna Dias, profissional que me atende lá no Studio Walace Menezes com todo carinho).

 

IMG-7313

As fotos são um resumo dos esmaltes das últimas semanas. E quem me acompanha sabe que AMO vermelho e suas variações de tons (‘laranja avermelhado’ e ‘vermelho alaranjado’, sempre digo pra Hosanna). Mas admito que tenho seguido algumas dicas dela e amado! É o caso dessas duas cores da foto abaixo. Usei quando estava com espírito mais ‘sereno’, mais romântico (risos), e adorei! E sobre serem todos da marca Dailus, juro que é pura coincidência!  Como estavam novinhos, acabou que coincidiu de usar praticamente o mês todo. Mas posso falar? Fiquei impressionada com a durabilidade (elas ficaram intactas seis dias, quase na hora de fazer novamente), fixação (seca super rápido), e brilho.

 

IMG-7312

Muitas pessoas já me perguntaram o por quê de eu não aderir às unhas de gel… na verdade, são vários os motivos. Primeiro e mais importante: acho que não me adaptaria. Penso que ficaria uma sensação de ‘peso’ na unha, de falta de oxigênio, sabe? Senti isso quando coloquei unha postiça, daquelas de adesivo que compramos em farmácia, daí já imagino as de gel, que são mais duras e firmes. Mas tem gente que super tira de letra (estou falando de mim, tá, meninas). Segundo motivo: sinceramente, vi poucas unhas de gel dignas de aplausos. A maioria sempre achei ‘grosseira’, artificial demais, sem contar as enoooorrrmes… gente, desculpe, sei que há quem goste, mas eu, particularmente, acho cafona (#ProntoFalei).

 

Mas quem sabe um dia não experimento, né? Por enquanto, como tenho a Hosanna que dá conta direitinho do recado, prefiro ficar com as minhas unhas naturais e saudáveis.

E vocês, quais as cores e marcas que mais têm usado? #ContaPraMim

Beijos!

Vanessa Endringer

Deixe um comentário
//