Minas Trend – Verão 2017: os desfiles que nós amamos!

08/04/2016 > por Vanessa Endringer

A décima oitava edição do Minas Trend, que acabou ontem em BH, apresentou as apostas para o verão 2017 de centenas de marcas (entre passarela e salão de negócios). Vários empresários capixabas ainda estão na capital mineira conhecendo e comprando as peças que vão nos enfeitar na estação do calor.

Mas enquanto o verão no chega, fizemos uma seleção dos nossos desfiles preferidos. Veja abaixo:

VIVA

 

A marca estreante VIVA encerrou os desfiles do Minas Trend Verão 2017, em Belo Horizonte. E agradou muito! A estilista Isabela Faria, de apenas 23 anos, emprestou seu frescor e mocidade à coleção, concebida para atender a um público mais jovem, se diferenciando, assim, da ‘marca-mãe’, Vivaz.

Inspirada pelo ciclo da vida das borboletas, a coleção vem com muita fluidez em longos vestidos, saias mullet e sobreposições. Destaque para as pinturas feitas à mão com canetas. Tudo bem lúdico, bem handmade.

Alguns decotes e fendas eram profundos. Na cartela de cores, um mix de areia, rosé, diversas tons de azul, preto e branco.

Confraria – Acessórios sustentáveis

A Confraria foi outra que estreou no Minas Trend, embora já tenha 18 anos de ‘estrada’. A marca, especializada em bolsas e sapatos, tem um trabalho pautado na utilização de matéria-prima sustentável como o junco.

E embora seja uma apresentação de acessórios, o que exige um certo ‘cuidado extra’ da equipe de styling, a marca encontrou a medida certa para seu pic nic de verão. Sobre as tendências: pegada navy, macramê e tressês naturais. As peças vêm em modelagens variadas, desde as mais literais em formato de cestinha, até as mais formais com alças longas ou até mesmo clutches.

Destaque para a explosão de cores (mais verão impossível!). A temporada é bem casual e versátil, cheia de propostas para ocasiões mais despojadas e rasteirinhas que transpiram conforto.



Lucas Magalhães e seu tricô tecnológico

O verão proposto por Lucas Magalhães é chique, muito chique! O comprimento midi invadiu a passarela, com peças modernas, recortes geométricos, listras e camadas.

Em cada peça da coleção foi aplicada uma tecnologia diferente em relação ao tricô. Tudo ‘complementado’ com couro e renda.

Outra coisa bacana no desfile, aplaudido de pé pela plateia, foi a parceria de calçados com pegada artística e exclusivos. A marca responsável foi a Nuu Shoes, que já disponibilizou os sapatinhos para venda. É o que chamamos de #seenowbuynow.



Sonia Pinto – “Participo do evento, mas com minha coleção de inverno”

Com 40 anos de carreira, Sonia nunca havia participado do Minas Trend. O convite chegou mas ela não aceitou assim tão fácil. Fez uma condição: só participaria se fosse com a coleção de inverno, que era a que ela tinha no momento.  “Tem muitos anos que eu trabalho dessa forma e não iria mudar de jeito nenhum. Não acredito nesse trabalho de seis meses de antecedência antes de a roupa ir para a loja. É desgastante financeiramente e fisicamente, principalmente para quem tem indústria pequena”, disse nos bastidores.


Com essa postura, Sonia faz coro à um discurso que há tempo incomoda os empresários do segmento (e que tem ganhado força aqui no Brasil e lá fora também). E sua coleção de inverno foi aplaudida de pé, depois da mais longa apresentação da temporada!


E você, está ansiosa para usar a coleção de inverno? Ou quer logo que chegue o verão 2017?

Fotos: Agência Fotosite

Veja Também
Deixe um comentário
//